Iniciar sessão

Carrinho

Argamassa: Como fazer a escolha certa para as suas obras

A argamassa é um material com múltiplas aplicações, tanto para grandes obras de construção civil como para os pequenos projetos do dia a dia. 

Sendo que existem diferentes tipos de argamassas é importante conhecer as suas propriedades e aplicações para poder selecionar a solução que mais se adequa a cada necessidade. Neste artigo, vai ficar a saber mais sobre este produto, as suas características e funcionalidades, para fazer a escolha mais acertada para o seu próximo projeto.  

O que é e para que serve a Argamassa?

Uma argamassa consiste numa mistura de aglomerantes orgânicos, ou inorgânicos, com diversos tipos de aditivos. As argamassas mais comuns possuem na sua composição água, areias e cimento. Consoante o tipo de materiais e aditivos que a compõem, cada variedade de argamassa vai ter diferentes tipos de propriedades. 

As argamassas podem servir para funções variadas, tais como:  

É por existir uma tão grande diversidade de argamassas no mercado que importa conhecer as potencialidades de cada uma. Assim, fica mais fácil escolher a mais apropriada para cada situação.  

 

Que tipos de argamassas existem?

A classificação deste tipo de produtos pode ser feita de acordo com a função a que se destinam. Assim, podemos distinguir os 4 tipos de argamassa mais comuns.

1. Argamassas impermeabilizantes

Estes produtos são aplicados em locais expostos aos agentes climatéricos, espaços com elevados níveis de humidade ou superfícies que estejam em permanente contacto com a água. 

A sua aplicação previne a infiltração de água na estrutura que revestem, garantindo uma maior durabilidade desses locais. Para a impermeabilização de piscinas, terraços, fachadas e outras superfícies de exterior a aplicação de argamassas impermeabilizantes é essencial. 

2. Argamassas para aplicação em pisos

Aplicar argamassa em pisos permite conferir-lhes uma maior resistência e corrigir eventuais falhas e deformações estruturais. Permite ainda  regularizar o nivelamento dos espaços. 

No entanto, a aplicação deste tipo de argamassa deve ser feita de forma adequada e recorrendo a produtos de qualidade para evitar o surgimento de fissuras ou outros problemas que exijam uma reparação posterior. 

3. Argamassas de revestimento

Numa obra, para a fase de revestimento de paredes e tetos, recorre-se à aplicação de argamassas de revestimento. Este tipo de trabalhos envolvem diversas etapas e camadas consoante o acabamento pretendido e o tipo de superfície a revestir. 

Geralmente, o acabamento final pode ser feito em reboco ou aplicando outros materiais de revestimento, como cerâmica, tijoleira, ladrilhos ou azulejos.  

4. Argamassas de assentamento 

Este tipo de argamassa é talvez o mais comum. Em qualquer projeto de construção civil são utilizados dois tipos principais de argamassas de assentamento:

 

6 dicas para Aplicar Argamassa

Apesar da enorme diversidade de argamassas disponíveis e das suas diversas funções, existem alguns cuidados comuns que podem fazer a diferença para uma aplicação sem erros de qualquer argamassa. 

  1. Antes de passar à aplicação da argamassa, certifique-se que as superfícies estão preparadas. As mesmas devem estar limpas e secas, livres de poeiras, gorduras ou óleos e de outros contaminantes. 
  2. Se pretende aplicar a argamassa numa superfície como um muro ou uma fachada, deve fazer uma lavagem prévia, usando jato de água ou areia.
  3. Verifique a existência de mossas ou fissuras nas superfícies onde vai aplicar argamassa. Estas imperfeições devem ser corrigidas usando uma camada grossa de argamassa impermeabilizante.
  4. No assentamento de blocos de betão, certifique-se que as juntas de assentamento estão preenchidas para conseguir uma boa estabilização da base.
  5. Siga sempre as recomendações dos fabricantes descritas na rotulagem de cada produto. No caso das argamassas secas, a indicação da quantidade de água a adicionar deve ser respeitada. Algumas marcas recomendam também um período de repouso da mistura para que os aditivos possam reagir.  
  6. Na aplicação de argamassas de assentamento de materiais de revestimento adapte sempre a técnica de colagem às dimensões das peças a aplicar. Ou seja, para peças pequenas a colagem simples é suficiente. Caso as unidades de revestimento sejam de grandes dimensões, deve recorrer à colagem dupla, aplicando argamassa na superfície e também na base da peça.  

Para obter um resultado profissional na aplicação de argamassa nos seus projetos confie na qualidade dos produtos da Boutique das Tintas. Para qualquer esclarecimento, fale com os nossos profissionais e escolha os melhores produtos para as suas obras. 

Ver soluções em Argamassas
Do NOT follow this link or you will be banned from the site!